Outras coisas

sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

Ando com uma vontade incontrolável de comer doces. E é isso mesmo que tenho feito. Tenho comido doces como se não houvesse amanhã.
Um dia, nem vou lembrar-me que estes existem.

Estou bastante volumosa, e hoje enquanto tomava banho apercebi-me (mais do que nunca) disso.

Noto nas calças, tenho aquele pneuzinho a sair.

Só queria perceber o que causa esta necessidade constante de comer.

Estarei deprimida?

É verdade que esta semana tenho me sentido assim, com um vazio, com medo, desmotivada, acordo a meio da noite assustada, a pensar na minha mãe, se estarão bem, se precisam de algo, com vontade de lhes ligar, abraçar a minha mãe e ficar assim para sempre.

Aparentemente não há razão nenhuma para não estarem bem, todos os problemas de saúde que foram aparecendo têm sido resolvidos, todos os exames feitos revelaram não ser nada de grave. No entanto, ando assim, assustada.

E hoje, a minha mãe faz anos. São 70 primaveras. (Mas está um jovem, ninguém lhe dá essa idade) Não queria pensar nisso, mas são 70 anos. E eu queria tanto que estivesse a celebrar no máximo 50 anos. Mas não, são 70 anos. E assusta-me. Sou incapaz de imaginar-me sem ouvir a sua voz, sem a abraçar... não consigo.

E sei lá porquê, esta semana andei toda a semana com este pensamento. Assustada. Com umas saudades imensas. Não a vejo desde segunda-feira, tenho falado todos os dias, mais do que uma vez, mas parece que há muito mais tempo. A distância parece mais que 50 km. Enfim...

Mas hoje vou lá cantar os parabéns. E amanhã vêm os dois para cá, passar a passagem de ano na minha casa.

O mais importante, é que hoje a minha mãe celebra o seu aniversário. E daqui a 3h30 estarei bem pertinho dela.

quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

O meu irmão, cunhada e sobrinhos regressaram hoje à capital. Durante os 7 dias que cá estiveram, infelizmente não estive com eles todos os dias... A distância a que vivo da casa dos meus pais não permite o contrário. Somando todos os bocadinhos que estivemos juntos, talvez se resuma a 2 dias. Foram 2 dias muitos bons, o que recordo com mais saudade é o dia que passamos todos em minha casa. As traquinices do pequeno J. com dois anos. Os abracinhos deliciosos dos sobrinhos. O à vontade do meu irmão e cunhada na minha casa como se já viessem ali todos os dias, e foi apenas a primeira. (A primeira de muitas).

Foi tão bom. Tão bom, que eu estou cheia de saudades deles.

Se eu me sinto assim... como não estará a minha mãe que os teve em casa durante 7 dias. Eu sei bem o vazio que está a sentir neste momento, foi o mesmo que eu senti todas as vezes que eles iam embora durante o tempo que vivia em casa dos meus pais. A casa perde a vida, fica vazia. O coração apertadinho, uma vontade de chorar quase incontrolável. Uma saudade tão grande, que até doí..


E eu hoje estou aqui divida entre a saudade que eu própria sinto, e a doer/saudade/vazio que a minha mãe está a sentir.


E só daqui a 8 meses voltaremos a estar todos juntos... :'(

terça-feira, 27 de dezembro de 2011

Eu tive o melhor Natal dos últimos anos. Sem prendas mas o melhor. E porquê? Porque tenho a minha (nossa) casa, decorada da minha (nossa) maneira com aquilo que podemos comprar.

Porque tive o grande prazer de receber os meus pais, irmão, cunhada e sobrinho na minha casa para almoçar, seguido de uma bela tarde de cinema e de um jantar improvisado com pizza.

Não consigo descrever como este dia foi tão especial para mim.


E ouvir a pequena A. de quatro aninhos a dizer à mãe: Mãe este está a ser o melhor dia!

E não é que foi mesmo.

Adorei! Adorei! Adorei!

Estou tão feliz.


Pena que os meus pais foram logo asseguir ao almoço... :(

sexta-feira, 23 de dezembro de 2011

17h25...
Vai a minha directora ao 5.º andar (entenda-se, big boss) e pede para esperar que queria falar comigo. 10 minutinhos diz ela.
10 minutinhos traduzem-se em pele menos 30mn.
Eu que estava a precisar de chegar rápido à hora de saída, que estou cansada, que ainda tenho uma compra para fazer para o meu sobrinho mais novo, tenho que ir ao talho, quero ir comprar 2 prendinhas de última hora...
Só me apeteceu chorar, juro. Tamanha era a minha decepção.

(Está de férias para a semana e isto é só para destinar trabalho.)
Só que eu cheguei ás 9h, ela chegou ás 14h...
Ando viciada em miolo de noz e amêndoa. Há dois dias que o meu jantar não foi mais de miolo de noz e amêndoa e 1 iogurte natural.
Não sei se é assim muito benéfico, porque ao que parece contribuem para o colesterol elevado.
(Antes isso que outra porcaria qualquer)

Estou cansada, cheia de sono e não me apetece fazer nada.
Já cheira a Natal e eu estou ansiosa por ir para casa e organizar a minha casa. Tratar da comida. Fazer as últimas compras de Natal.
Gostava de estar em casa do meus pais, onde está o meu irmão, cunhada e sobrinhos, que já chegaram para passar o Natal. Acordar com a voz doce da A. e do J. a entrar pelo meu quarto.
Tomar o pequeno-almoço em família. O que adoro os pequenos-almoços em família em casa dos meus pais.
Mas não, são coisas que se perdem quando se casa.
Porque o A. está a trabalhar, e amanhã ainda trabalha e eu não consigo deixá-lo aqui sozinho e ir para casa dos meus pais junto com a minha família.
Amanhã talvez faça isso, vou passar o dia lá e quando o A. se despachar vai lá ter.
Que bom... Estou ansiosa.

quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

Este ano não fui ao jantar da entidade para a qual trabalho. Confesso que não fui por não ser um ambiente que eu aprecie. Demasiada formalidade. Etc.

Hoje fui a um almoço de Natal organizado por um dos serviços da entidade para a qual trabalho, que todos os anos convida algumas das pessoas do meu serviço. A este não tive forma de fugir e lá fui eu.
Na mesa onde fiquei, eram cerca de 20 pessoas e eu era a única mulher.
Fazem ideia de como estava a sentir-me?
Todos apreciaram a comida... eu comi para não ficar mal e porque até tinha fome. (Costeleta de vaca, mendinha de porco e sei lá mais ou quê)
À sobremesa, havia um pudim... não me apetecia. Mas não quis destoar nem quis ouvir piadas por isso comi.

Agora estou aqui mal disposta... super mal disposta. Comida a que o meu estômago não está nada habituado...
Ontem estive a decorar a porta lá de casa.
Comprei uma fita larga vermelha metalizada, passei a fita pela porta como se fosse um presente enorme, fiz um laço enorme e está a porta decorada. E acho que ficou muito gira.
Lembrei-me disto, por não encontrar nada que gostasse nas lojas e por gostar de ver as portas com decorações de Natal.
O Natal está mesmo a chegar, estou tão entusiasmada. Mas tenho a noção que vai passar tão rápido que nem vai dar para aproveitar...
Dia 25 almoçamos em casa dos meus pais, e dia 26 tenho os meus pais, irmão, cunhada e sobrinhos em casa a almoçar.
Não sei o que vou preparar para o almoço. Queria algo diferente, leve e muito bom. Como o Natal é, normalmente, uma época de exageros, queria algo mais saudável e delicioso.
Para a sobremesa será uma mousse chocolate (caseira), porque os miúdos adoram, e fruta.
Creme de legumes para entrada, também porque os miúdos não dispensam.

E o prato principal?
O que faço?
Ai... não sei.
Sugestões?

quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

Vergonhoso!


Estamos a falar do banco do estado...

terça-feira, 20 de dezembro de 2011

Adormeci pelas 23h30, acordei à 1h30 com uma dor de cabeça daquelas que ao mínimo movimento parece que a cabeça rebenta. E assim continua, parece que tenho uma bomba relógio dentro da cabeça. Depois ando enjoada, sem vontade de comer nada...
Não aguento mais.

sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

Estou em modo desesperada.
Isto de procurar agulhas num palheiro e ao mesmo tempo desenterrar mortos.
E não encontrar o que se procura, ou se encontro está mal... está a dar comigo em doida.
Já só me apetece chorar.

Isto deixa-me super mal-humurada. Tanto que acho que não dei a atenção devida à minha mãe...
Isto haverá de perfurar até ao inicio de Janeiro, altura em que os nossos amigos da Praça Amarela vêm visitar-nos.
Hoje fui almoçar ao sitio do costumo. Havia a quiche de requeijão e espinafres que eu tanto gosto,, a tarte de tofu e alfarroba que eu adoro e não como há imenso tempo, o rolo de soja, tofu e espinafres, os croquetes vegetarianos com que me delicio...


Apetecia-me imenso comer umas coisa destas mais a tarte da tofu e alfarroba à sobremesa.


Mas sem pensar no que estava exactamente a dizer, pedi frango assado com salada.



Segundo a minha nutricionista, e a monitora que fez a minha avaliação física no ginásio, estas delicias vegetarianos contribuíram para o aumento da minha massa gorda ( consequentemente o meu volume) e para a perda da massa muscular.


Assim sendo, fiz o esforça e lá comi carne (proteína) e salada.

quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

Será apenas o reflexo de uma noite muito mal dormida ou é uma gripezinha a bater à porta novamente 15 dias depois?!

Olhos repletos de água, nariz sempre a escorrer e frio...

Tenho montes, mesmo montes de roupa para passar a ferro. Eu até gosto desta tarefa doméstica, estupidamente é algo que faz-me descontrair... mas hoje é algo que não me apetece. Mas acho que vai ter mesmo que ser, sob pena de o meu marido lindo amanhã não roupa para vestir e pedir o divórcio.

Dizem vocês: E então porque não passa ele a ferro?
Eu respondo: É melhor não, senão ainda temos que correr ás lojas a comprar roupa nova.

A avaliar pela sua capacidade de partir/lascar loiça cada vez que arregaça as mangas e lava a loiça... Ficariamos com a roupa toda queimada.

terça-feira, 13 de dezembro de 2011

1 semana depois...

Peso: 58,700 Kg (59,900)
Cintura: 69 cm (70)
Abdómen: 80 cm (81)
Anca: 94 cm (93)
% Gordura: 24,5 (24,9)
% Liquidos: 55,7 (55,500)
Massa Muscular: 42,1 (42,7)

está a melhorar. Só falta voltar a treinar a um ritmo normal, queimar gordura e não perder massa muscular.

sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

Ando viciada no pequeno-almoço. Passo o dia a pensar no pequeno almoço do dia seguinte.

Descobri as papas de aveia e adoro.

30g de flocos de aveia

250ml de bebida de soja

Vai ao lume até engrossar.

Tiro do lume e coloco um pitada de canela. É das melhores coisas que comi nos últimos tempos.


E eu que andava há meses a comer flocos de aveia crus com iogurte natural... até que na última terça-feira a nutricionista perguntou se eu gostava de aveia, eu disse que sim e que comia todas as manhãs com iogurte. Ela ficou muito espantada e recomendou que os cozinhasse.

E agora é isto, ando viciada.

quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

Ontem foi dia de consulta na nutricionista. Quase 2 meses depois lá fui eu.
O resultado foi ainda pior do que eu esperava.

Peso: 59,900Kg (57,700) (55,200)
Cintura: 70 cm (67) (66)
Abdómen: 81 cm (79) (75)
Anca: 94cm (92) (89)
%Gordura; 24,9 (What? Nunca estive assim) (21,7) (21,2)
%Liquidos: 55,5 (57,7) (58)
Massa muscular: 42,7 Kg (42,9) (41,3)

Os valores a verde são os que tinha em Agosto, 5 dias antes de casar.
Os valores a laranja são os valores da última vez que fui à nutricionista.
A vermelho são os valores de ontem e que eu não quero voltar a ver. Os que estão a azul são os valores que não estão assim tão maus, embora no geral não represente quase nada.

Senti-me tão mal ontem... Voltei á estaca zero. (Maio, quando comecei com esta nutricionista) Aliás, ainda tenho mais 100g.
Eu sei que a culpa é minha. Tenho tido uma alimentação muito má. Tenho comido imensos doces e outras coisas que não devia.
A nutricionista alertou para o facto de estes altos e baixos não serem nada saudáveis e para o facto de isto fazer com que o meu organismo vá criando resistências que dificultam o emagrecimento.
Senti-me mesmo mal.
Ontem, a alimentação ainda foi uma desgraça. Jantei uma "porcaria" qualquer. Esta noite tive uma noite de insónias, não conseguia dormir e dei comigo a pensar no meu percurso alimentar. Como não tenho tido regras e como tenho sido de extremos. O quanto isto pode ser prejudicial para a minha saúde. E o meu colesterol como estará? Uma vez que a tendência é para estar alto.
Hoje comecei o dia como deve ser em termos alimentares. Mas isto não pode ser hoje, tem que ser todos os dias daqui para a frente. Sem exageros. Sem grandes exigências. Sem grandes restrições. Mas saudável, acima de tudo saudável.

Ontem a nutricionista dizia-me que sabia que eu agora não ia fazer dieta. Estava profundamente desiludida comigo.
Eu disse que sim, que o Natal era uma boa altura para iniciar a minha dieta. Talvez seja no meio das tentações que eu consiga educar-me. Percebem?
Fácil não é, mas vou tentar e dar o meu melhor.
Vou seguir o plano sempre que a minha alimentação depender só de mim.

Em breve vou ao médico para fazer umas análises e ver como ando por dentro.



terça-feira, 6 de dezembro de 2011

Para mim é inadmissível que alguém esteja desde as 9h30 da manhã com 1 chá e 1 torrada no estômago e que a esta hora (18h10) ainda esteja á espera para fazer uma colonoscopia que estava marcada para as 16h30.

quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Ontem fui à Dermatologista.

Saí de lá na mesma, sem o problema resolvido.

Fui lá por achar que tinha algum fungo nos pés, porque tenho umas manhas nas unhas e porque tenho algo entre os dedos que eu achei poder ser algum fungo.

Mas afinal não é. As manchas ela diz que é do verniz de cor. E aquilo que tenho entre os dedos e que dói imenso e me impede de andar com sapatos girassos não é mais que fruto de uma má formação do pé. E por friccionamento prolongado causou uma pequena ferida.

Prescreveu um cicatrizante mas que o ideal seria ir a um ortopedista e estudar uma forma de aliviar a fricção, porque caso contrário não vou conseguir resolver o problema.

Conclusão: Não sei se não preferia que fosse um fungo... (?)

terça-feira, 29 de novembro de 2011

Já não vou à Nutricionista há várias semanas.
Fui adiando, semana após semana, por saber que não tinha feito nada do que era suposto e por saber que os resultados são visíveis.
A próxima semana é dia de consulta, sei que estou pior do que a última vez que lá estive mas desta vez não vou adiar. Não posso andar a "esconder-me".
Esta semana, estava a recuperar e a voltar ao meu "normal". E eis que recebo de prenda um bela de uma constipação/gripezinha... Já sei que quando estou assim a balança volta a subir e a roupa a encolher.
É a medicação, a minha vontade de comer e a falta de ginásio. Fico ainda com mais apetite, que lá vou controlando mas não poupo na fruta e nos sumos de fruta e estes como todos nós sabemos fazem muito bem mas também têm os seus contras.

São umas dores de cabeça infernais que não passam de forma alguma, nem paracetamol nem ibuprofeno... nada. Fazem questão de acompanhar-me fielmente desde domingo à noite.

segunda-feira, 28 de novembro de 2011

Exactamente 1 mês antes do dia de Natal... Montamos e decoramos o nosso pinheiro.

O pinheiro é verde com uma bolinhas vermelhas lembrando um azevinho, nós decoramos com bolas vermelhas, prateadas e pretas.

Ainda falta dar o toque final, está a faltar alguma coisa. Falta cor, falta alegria. Escolhemos aquelas cores por se tratar das cores da nossa decoração mas vamos ter que ajustar.

Nunca pensei sentir-me tão feliz por ter montado o meu pinheiro de Natal, mas fiquei. Aliás ficamos.

É o fruto desta fase boa que estamos a viver e que eu espero nunca terminar. É a lua-de-mel que continuamos a viver.

É o marido que, com todos os defeitos e virtudes, faz-me feliz todos os dias. Atura todos os meus caprichos e maus feitios. Faz-me sorrir mesmo quando estou naqueles dias.

Estou feliz.

quinta-feira, 24 de novembro de 2011

Nem tudo é rosas, é verdade. Mas existem coisas boas.
Casada há 3 meses, não podia deixar de referir como estou feliz. Claro que há aqueles dias em que tudo parece falar mais alto e parece que abafa esta felicidade que sinto. Mas estou feliz.

Nunca pensei que mudasse tanto, pelo facto de namorarmos há 13 anos e estarmos há 3 anos praticamente a viver na mesma casa.

Mudou.


Agora ando entusiasmada com o Natal. Eu que nunca fui grande apreciadora da época, agora vejo-me empulgadissíma com o Natal.

Será um Natal diferente em diversos aspetos. É o primeiro Natal os dois, na nossa casa.

Estou ansiosa por montar o pinheiro, mas parece-me um pouco cedo.

Será um Natal magrinho em termos materias, pois este ano decidimos que prendas serão apenas para os mais novos. Em contrapartida este ano sinto-me novamente com o verdadeiro espírito Natalício, como já não sentia há muitos anos. (Depois que minha irmã casou e foi viver para longe nunca mais vivi o Natal da mesma forma.)

Ansiosa pelas reuniões familiares. Pelos jantares com a familia e amigos. Por ter a minha casa decorada.

(Continuará a faltar a minha irmã)

quarta-feira, 23 de novembro de 2011

Foi a doença do meu pai e o receio do diagnóstico.
Ainda não estava recomposto e a minha mãe fica doente.
É o medo de os perder que me cerca e quase me impede de viver.

Logo depois é a doença do marido. A possibilidade de ter que vir a ser submetido a uma cirurgia.

Os primeiros estão recompostos.
O marido deve iniciar a fisioterapia em breve e em meados de Dezembro volta ao médico.
O idela seria que tudo o que fazemos fizessemos por gosto. Infelizmente não é, e nos últimos ando assim, a sentir-me contrariada.
Espero que seja apenas uma fase, e que brevemente encontre novamente o gosto e a motivação que outrora tive.

Profissionalmente falando...

domingo, 13 de novembro de 2011

Adele - Rolling In The Deep

A primeira semana após 2 semanas de férias foi H-O-R-R-I-V-E-L.

Muito trabalho atrasado. Muita pressão para o despachar no mais curto espaço de tempo.

Muitas alterações a nível orgânico.

Muitas incertezas.

Muitas questões sem resposta.


A nível pessoal, doença de um familiar muito próximo.


Traduzindo-se em muito stress, ansiedade, cansaço, desmotivação e mau-humor.

O fim de semana passou a correr. Sábado stressante e angustiante, fiz 200 km para ir buscar ( e levar) o meu pai para ser visto por um novo médico. Novo diagnóstico.


Domingo muito mais relaxado mas nada preparada para voltar amanhã à instituição para a qual trabalho, que neste momento nem sei ao certo a sua designação, visto que ainda ninguém nos informou a nova estrutura orgânica em que fomos inseridos.

A pouco que sabemos é pela comunicação social e mesmo assim é muito pouco, mesmo muito pouco.

sábado, 5 de novembro de 2011

As férias estam a terminar. Segunda-feira é dia de regresso ao trabalho após 2 semanas de descanso.

As férias não foram nada daquilo que eu planeei, no entanto não deixaram de ser boas. Não fiz metade das coisas que planeei fazer mas fiz várias coisas que aprecio.

Estive muito tempo em casa, na minha casa. Sim, foram as primeiras férias depois de casada, em que estive na minha (nossa) casa e em que o marido estava a trabalhar.


Não consegui ver as 12.000 fotos nem as 7h de vídeo do casamento. Não escolhi as fotos para oferecer ás pessoas. (What?) Não escolhi as músicas para a montagem do nosso vídeo de casamento, nem para o Trash the dress.


Tratei da casa.


Celebrei os meus 30 anos. Fiz o meu bolo de aniversário, com muito prazer.


Passei horas no sofá a dormitar, a ver tv. Não li nada do que queria ler.


Acordei todos os dias cedo para ir ao ginásio. Alguns dias depois do almoço ainda fui jogar ténis e adorei.


Comi muita "porcaria"e a balança está a reclamar. Mas só vou pensar nisso segunda-feira.


Segunda-feira, o regresso ao trabalho, cheia de ansiedade fruto das últimas noticias da comunicação social. Algumas alterações. Muito trabalho acumulado.


Até lá, vou aproveitar.

terça-feira, 11 de outubro de 2011

Este blog anda em modo pause.
É o trabalho que absorve-me imenso tempo, embora tenha abrandado um pouco... Depois quando finalmente saiu do meu local de trabalho a última coisa que me apetece é estar novamente em frente a um pc. Tanto que eu não vi todas as minhas fotos do casamento, nem as fotos da lua de mel (Estas ainda nem foram descarregadas para o pc. E aqui aplica-se a velha máxima: Em casa de ferreiro, espeto de pau).
Mas por aqui contínuo, vou seguindo os vossos blogues, ora comento, ora não mas ando por aqui.

sexta-feira, 30 de setembro de 2011

O cansaço tomou conta de mim.
Ando sem assunto digno de publicação no blog.
Nos últimos dias a minha vida não foi mais que trabalhar para o buraco (literalmente).
Agora que o prazo está cumprido, reporte entregue... Toca a despachar tudo o que ficou estacionado em cima da minha secretária à espera de dias melhores.
Pode ser que a próxima semana seja mais calma (?) e eu consiga aparecer por aqui cheia de imaginação e criatividade (?).

quarta-feira, 28 de setembro de 2011

O ritmo ontem abrandou um bocadinho. Consegui sair por volta das 20h e ainda fui a uma aula de cycling.
Que bom!! Foi óptimo para carrgar energias.

Agora, não tenho tempo para mais. O trabalho chama por mim...

terça-feira, 27 de setembro de 2011

Não fui ao ginásio nem fui para casa comer doces.

Saí por volta das 20h30, jantei e adormeci.

Não havia energia nenhuma para ir ao ginásio. Aquela hora já não havia aula de rpm e para ir correr ou fazer musculação é preciso energia a dobrar.

Hoje há aula de cycling ás 21h e eu espero lá estar.

Tenho que voltar ao ginásio, pelo meu bem estar físico e psicológico.


Tenho 3 semanas de férias agendadas, para começar na próxima segunda-feira. Mas da maneira que o serviço está provavelmente não as vou gozar agora.

Sou sincera, também não as quero gozar parcialmente. Não quero 5 dias agora e 5 dias depois. Quero seguidas.

Tenho que falar com o meu chefe, falar-lhe nas férias mas... nem tenho coragem. Porque eu tenho noção que este não é o momento certo para gozar férias...

segunda-feira, 26 de setembro de 2011

Dizia eu que 18h30 estaria fora... Mentira. 21h.
Hoje o ritmo é o mesmo mas falta-me uma série de coisas, entre elas, energia e boa disposição.

Estou aborrecida, o final de domingo conseguiu alterar o meu humor. Fiquei tão mal humorada que quase 24h depois ainda estou assim.

Visita á casa da sogra.
Noite mal dormida, porque o sr. meu marido passou a noites a mexer-se.

E o que me apetece? Ir para casa e encher-me de doces. Ou ir para o ginásio e fazer uma aula de rpm.

Mas ir ao ginásio nas últimas semanas é algo que não sei o que é.

sexta-feira, 23 de setembro de 2011

De que serve trabalhar quase 12h por dia, se hoje sexta-feira, ás 9h da manhã estou aqui em modo quase off e sem energia suficiente para despachar esta papelada toda que tenho em cima da secretária.

Bolas!

Hoje, venha quem vier, o mais tarde 18h30 estou fora daqui.

sexta-feira, 16 de setembro de 2011

O trabalho deste lado é mais que muito. A concentração é que é pouca...
Grrrr

Hoje cruzei-me com alguém no corredor que disse: Não esteja com essa cara, que hoje já é sexta-feira.
É pois, mas ainda tenho um dia de trabalho pela frente...

quinta-feira, 15 de setembro de 2011

Faz hoje um mês, estava a preparar-me para a sessão de fotografia Trash the dress. Sim, no dia asseguir ao casamento, voltei a ir ao cabeleireiro, arranjar o cabelo, maquilhagem, voltei a vestir o vestido e lá fomos tirar fotos novamente.

Custou imenso, deitamos-nos ás 6h da manhã, acordamos pelas 8h30... ainda tivemos que ir entregar o carro, ainda fomos ao norte, ainda tratamos de "arrumar" e distribuir o bolo (que sobrou imenso e aqui na terra diz-se que se deve guardar bolo para partir 1 ano depois do casamento). Tinha cabeleireiro ás 14h mas só consegui chegar por volta das 15h e ás 17h lá estávamos nós no sitio combinado para a sessão fotográfica.

Confesso que, não fosse o meu marido fotografo, eu naquele dia teria mandado aquela sessão fotográfica à vida. Estava muito cansada, tinha os pés doridos, o corpo, tudo... O meu vestido era muito pesado e por ser cai-cai obrigou a que estivesse mesmo justo ao corpo e que no corpete (é assim que se chama?) levasse umas baleias de forma a moldar melhor e a segurar melhor para não ter aquela sensação de que o vestido está prestes a cair. (fica ridículo estar de vestido cai-cai e estar sempre a puxar para cima)... À conta disso, no dia asseguir tinha o corpo dolorido e vestir o vestido novamente foi quase tortura...

Só com o pequeno-almoço no estômago e uma fatia do nosso bolo, ás 17h30 iniciamos a sessão Trash de dress. Estivemos á beira mar. Fotos nas rochas com o mar por trás. Para finalizar, entramos mesmo no mar. (o que me custou molhar o meu vestido...) Foi lindo.

Hoje recordo com saudade aquela sessão e penso que se fosse hoje teria aproveitado muito mais.


Foi giro ver várias pessoas nas varandas e promenade a observar, muito indignadas... Uns perguntavam se ainda íamos para a festa, outros perguntaram se era para capa de revista...

E por fim, ainda acabamos por trocar de roupa na casa de uma destas pessoas, que gentilmente ofereceu a sua casa.


Mas valeu pena! Foi um momento espectacular e porporcionou fotos magnificas.

quarta-feira, 14 de setembro de 2011

Um dos momentos que causou particular emoção foi a nossa entrada na sala onde realizaria o jantar.

Entramos ao som de U2 com a música Beautiful Day. Todos de pé a aplaudir, é giro, é acolhedor, é emocionante... ver que todos partilham da mesma alegria que nós e que aplauso tem quase o mesmo sabor que um abraço.


Partimos o bolo ao som de U2 novamente, mas com a música One Love. Todos de pé á nossa frente, aplaudiam mais uma vez. Uns cantavam. Outros falavam para nós. Sei lá...


E abrimos a dança com: Não desistas de mim de Pedro Abrunhosa.
Faz hoje 1 mês mas, parece que foi ontem.

Ainda ontem falamos sobre este mês, sobre o dia e como gostávamos de viver tudo novamente. Fica a saudade, porque há momentos que só vivem uma vez e o dia do casamento é um deles.


Estamos muito felizes. E recordamos aquele dia com muita satisfação e alegria.

Que assim continue.

terça-feira, 13 de setembro de 2011

Enviamos o exame por mail ao médico que operou a minha mãe em Lisboa e respondeu:
Está tudo bem. Não deixar a Aspirina dentro de um ano.

Agora tem consulta com o médico que a acompanha aqui. Vamos ver o que este diz.
Aparentemente tem uma artéria que está obstruída mas nessa não podem fazer nada mas como as outras estão normais equilibram.

Que susto!!
Ontem levei com um balde de água fria.
Voltei a sentir o meu chão a desabar.
Eu que pensei que o problema estava finalmente resolvido e agora viviriamos todos em paz por muitos anos...
Afinal...

Fui buscar o exame de minha mãe, exame de rotina pós-cirurgia e espreitei.
Não gostei nada de ler a palavra "Oclusão". Algo continua mal, algo está por resolver. E eu fiquei assustadissima.
Chorei o resto do dia, já nem fui capaz de ligar-lhe porque perceberia logo na minha voz que algo estava mal.
Agora espero que o médico seja rápido a ver o exame e me tranquilize.
Sinto-me sem força para passar por tudo outra vez, para vê-la novamente em baixo.
Amo a minha mãe, acima de tudo e todos.
Tenho imenso medo de a perder...

segunda-feira, 12 de setembro de 2011

Depois de um fim de semana cheio de almoços e jantares aqui e ali...

hoje estou sentir-me um hipopótamo.

Acabou!!!

Recomeça hoje a dieta de desintoxicação.

(Tenho que aprender a resistir a certas coisas neste tipo de eventos)

sexta-feira, 9 de setembro de 2011

Domingo faz 3 semanas que casamos... Ontem estivemos até muito tarde a ver as nossas fotos e não conseguimos acabar...
Deu para ficar cheia de saudades daquele dia e com vontade de voltar atrás e viver tudo de novo, exactamente igual.

quinta-feira, 8 de setembro de 2011

Imagem removida

Este era o bolo.
Amor? Porquê?
Porque é o sentimento que nos une. Porque era o nome da nossa mesa.
As restantes mesas eram outros sentimentos relacionamos com o casamento. (Compreensão, Fidelidade... etc)
Os corações mais pequenos alguns são em pasta de açucar (a massa usada na decoração de todo o bolo) e outros são corações de chocolate embrulhados em papel vermelho. Os corações vermelhos maiores são os mini-bolos destinados aos nossos familiares.

O nosso bolo foi um bolo completamente diferente, nada de tradicional. É um bolo que todos falam. E quem não viu estranha, mas regra geral (salvo alguma excepção que eu desconheço) todos gostaram da decoração e sabor, acharam original e espectacular.

O bolo era vermelho (na sua maioria). Sim vermelho. E era composto por 34 bolos. 30 mini-bolos para ajudar na decoração da mesa e que eu pedi que fossem dados á família mais chegada. E mais 4 bolos que tamanho normal. Destes 4 bolos, um deles era branco.

Era de chocolate e recheio de nutella. Delicioso. (Embora eu só tenha comido no dia seguinte, porque no dia mesmo foi só para a fotografia)

O que vos parece?

quarta-feira, 7 de setembro de 2011

O momento que recordo com mais emoção é sem dúvida a chegada á Igreja. O dia começou muito cedo, o despertador tocou ás 6h30 da manhã, embora eu já estivesse acordada ainda estava na cama. Nem sei descrever o que sentia, estava cansada é certo. Mas nem estava nervosa, nem calma. É um misto. Estava feliz, isso sim. Finalmente tinha chegado o dia, tudo o que planeamos fazer estava feito, agora era só mesmo aproveitar.

Confesso que nunca imaginei estar tão calma. Imaginei-me stressada, a implicar com tudo e com todos. No entanto, estava calma e confiante. Tudo correria bem, não tinha porque não correr. O que assim não fosse nós haveriamos de dar a volta.
Depois de 45mn de viagem, com a noiva ao volante, a mulherada (eu, a minha mãe, a minha irmã e as minhas sobrinhas) chegou ao cabeleireiro.
A mãe da noiva foi a primeira, depois foi a vez da noiva que tão calma que estava adormeceu enquanto fazia a maquilagem.

Quando terminei já todas estavam prontas e lá fizemos mais 45 mn de viagem. Eu já penteada, maquilhada e de véu fui a conduzir novamente.

Cheguei a casa ainda almocei uma caldeirada de atum feita pelo meu pai, a qual me soube muito bem e ainda hoje consigo recordar o paladar.

Entretanto estava na hora de vestir o meu vestido de noiva. Tive o auxilio da minha irmã e da minha sobrinha mais velha. Demoraram imenso tempo para conseguir fechar todos aqueles botões, e eu repetia as perguntas: Não conseguem fechar? Está apertado? Tens que fazer assim.
Por fim lá estava eu pronta para ir ter com o meu amor. Mas não sem antes passar pelo ritual da sessão fotográfica em casa dos meus pais.

O fotografo ainda me fez dar uma voltinha pela festa/romaria que decorria nesse mesmo dia na terra dos meus pais só para poder tirar uma foto numa fonte centenária. Lá fui eu, envergonha mas sem outra alternativa. :D Custou mas ainda bem que fui porque as fotos ficam espectaculares.

Nunca me esquecerei o momento que cheguei á Igreja. Não esquecerei o meu soluçar á porta da igreja não conseguindo entrar. Não esquecerei os olhos do A. vermelhos e cheios de emoção. Não esquecerei o orgulho e satisfação com que os meus pais me levaram até ao altar. E eu orgulho-me por não ter feito este pequeno grande percurso só com o meu pai, como é tradicional. É tão compensador como emocionante. Aconselho a todas as noivas.

Após o banho de arroz e pétalas não resisti a ir ao encontro de todos os que ali estavam na porta da igreja.

Apartir deste momento reinou a descontracção.

Fomos só nós os dois, num automóvel descapotável de uma marca toda xpto gentilmente cedida por um amigo do A.. O noivo ao volante e a noiva ao lado.

Seguimos para mais uma sessão fotográfica pela cidade, com fotos e poses completamente informais.


To be continued





Ontem experimentei uma daquelas inovações da cozinha moderna. Uma coisa que sempre me deixou com sérias dúvidas e que eu sempre disse que não iria experimentar.

Tínhamos um jantar combinado lá em casa, combinado quase em cima da hora, para ajudar saí tarde do trabalho... recorri a uma das minhas amigas, casada há 1 ano, e já prática nestas lides...Resolvi experimentar um daqueles saquinhos de uma marca conhecida, que coloca-se a carne dentro do saco mais uns pozinhos mágicos, vai ao forno e passado 1h está pronto.

Tinha as minhas dúvidas mas, funcionou. Ficou saboroso.

Eu sou adepta da cozinha mais tradicional, com tempo teria feito eu o tempero, colocado a marinar e só depois ia ao forno.
Como não tive tempo, recorri a esta modernice e o resultado surpreendeu-me. E ao A. também. Os convidados disseram que estava bom e repetiram.


O meu estômago é que não gostou nada, desde ontem á noite logo após o jantar que fiquei com dores... Durante a tarde já andava enjoada, o vinho ou o jantar ajudou a piorar...





terça-feira, 6 de setembro de 2011

Coisas que eu não gosto nadinha na vida de casada:
Dividir a cama com o meu namorado (ops marido) nas noites em que ele mexe-se imenso. Vira, revira, salta... E isto acontece muuiiitas vezes.
E hoje foi uma dessas noites. Demanhã ainda perguntei se não tinha dormido bem e ele respondeu que dormiu muito bem. Fiquei assustada. Então ele dorme bem e passa a noites aos saltos na cama?!
Quem não dormiu bem fui eu e estou perdida de sono.
Ida á nutricionista e...

Mais 2kg (57,1kg), mais de 3 cm de cintura (69cm), mais 4 cm de abdómen (79 cm), mais 3 cm de anca (92 cm), mais 3,3% de massa gorda (24,5%), menos 0,4 kg de massa muscular (40,9) e menos 2,4% de líquidos (a única parte boa).

Não podia ser pior.

Bem, esta semana é para preparar-me para começar na dieta na segunda-feira, de forma a não custar tanto física e psicologicamente.
Até porque esta semana temos 2 jantares lá em casa e não vem nada a calhar eu estar de dieta.
Só por curiosidade:

Ainda não vimos as nossas fotos do casamento.
Sabem porquê?
Porque são nada mais, nada menos que... 12.000 fotos.
E 7h de vídeo.

Isto é resultado de ter casado com um fotografo profissional.

segunda-feira, 5 de setembro de 2011

Ela: Um pergunta indiscreta. Estás de bebé não estás?
Eu: Não. Estou com o período.
Ela: É que estás com uma barriguinha que parece de bebé. E no casamento estavas toda elegante.
Eu: Mas o vestido ajudava a esconder. Mas é verdade que estou mais gorda sim, mas é o período, foram as asneiras das férias...

Conversa com a minha directora na hora do café.



Hoje estava com 56,500Kg. No dia que casei tinha 54,900kg. Nessa semana andei sempre à volta dos 54/54,500kg.


Mas noto sobretudo muito volume abdominal e acho que o peso que ganhei estas férias não justifica o volume.


Comi imensos doces e tudo aquilo que no meu dia a dia não como. Regressei há 1 semana e ainda não voltei ao ginásio (será hoje) e não retomei a minha alimentação saudável (comecei hoje), além disso durante as férias andei obstipada e ainda não consegui regularizar .


Não me vou torturar por isto (pelo menos por enquanto) mas espero conseguir perder isto rápido. Confesso que estou sem grande motivação para dietas, aliás eu disse e escrevi aqui no blog que depois do casamento ia deixar-me de dietas e mais dietas, e dietas demasiado restritivas. Agora uma parte de mim queria voltar a embarcar em mais uma mas há outra parte de mim (a mais significativa) que não tem vontade de o fazer.


Vou ver até ao final desta semana, com uma alimentação saudável e exercício físico os resultados que consigo obter...
Regressamos da nossa Lua-de-mel há 8 dias. Voltei ao trabalho na quarta-feira. A semana foi de habituação á nova fase, á nova casa... etc.

Não tem sobrado muito tempo para fazer outras coisas. Esta semana espero voltar à nossa vida normal.


Do casamento, digo-vos que foi um dia espectacular e memorável. Tenho saudades e gostava de repetir tudo novamente. Passou tão rápido, que tenho a sensação que não aproveitei como deveria ser. Não estava nervosa, à excepção do momento de entrada na igreja. Em que bloqueei e comecei a chorar... Por fim lá entrei. A Igreja estava quase cheia, todos olhavam para nós (eu e os meus pais), transmitiam a sua alegria e felicitações. O meu corpo termia, os meus olhos rasos de água, mal conseguia levantar a cabeça e olhar em frente porque quando o fazia os meus olhos enchiam-me ainda mais de água... Ouvi uma amiga especial dizer: "Estás linda, querida!".

E nisto vejo-o a dirigir-se a mim, beija a minha mãe, abraça o meu pai e depois dá-me a mão. Estávamos finalmente os dois, lado a lado, prontos a dizer sim, perante todos aqueles que nos são mais próximos.

Já no altar, sentados lado a lado ele sussurra-me ao ouvido: Estás tão linda!

E eu fiquei ainda mais radiante.

A cerimónia religiosa foi simples e pouco demorada (pelo menos para mim). Saímos, tomamos um banho de arroz e pétalas.

To be continued...

quarta-feira, 31 de agosto de 2011




Imagens removidas




sexta-feira, 26 de agosto de 2011

Só hoje voltei ao blogger, só hoje vi os comentários simpáticos de todas, os quais agradeço.
Estou quase de volta. Quase porque ainda não estamos em casa, chegamos ontem à capital e só domingo vamos para a nossa querida ilha.
São quase 15 dias fora, estou ansiosa pelo regresso. Pela nova vida. E pelo reencontro com as pessoas que fazem parte da minha vida.
Hoje não vou alargar-me muito, digo-vos apenas que o dia do nossa casamento foi maravilhoso. Correu tudo como planeamos, ou melhor, correr ainda melhor do que esperavamos.
O dia passou muito rápido, a sensação é boa e ambos temos a sensação que se pudéssemos fazer tudo novamente, seria tudo exactamente igual. Senti-me maravilhosa no meu vestido, penteado, etc... estive sempre calma, surpreendendo-me a mim própria.
A única coisa que me faz pena, é que tenho a sensação que não estive com os meus convidados o tempo que todos mereciam. Mas acho que isto é comum a todos os noivos.
Por agora é tudo. Prometo voltar brevemente, visitar os vossos cantinhos e contar mais pormenores.

Até breve!

sábado, 13 de agosto de 2011

Só para dizer que eu sou uma noiva babada/vaidosa. Adoro o meu vestido, o meu cabelo e maqilhage (que fiz prova ontem) a minha bracelete (que acabei de comprar) os meus brincos, as minhas unhas... TUDO.

Estou tãooooo feliz!!! Daqui a 24h estou já vestida de noiva e prestes a sair de casa para a igreja.

Até breve!

quarta-feira, 10 de agosto de 2011

De férias, a 4/5 dias do casamento... muita coisa para fazer/pensar. 50 missais para fazer. Alguns contratempos com o hotel. Algum nervosismo e ansiedade mas feliz, muito feliz.


quinta-feira, 4 de agosto de 2011

Quando me perguntam onde será a Lua-de-Mel eu digo sempre que não sei. E realmente não sei.

As pessoas estranham, e perguntam como aguento sem saber, se não estou curiosa, etc etc...

Sinceramente, não.

Estou ansiosa pela Lua-de-Mel mas por mim pode ser em qualquer lado. Desde que seja um sitio diferente para os dois.

(Só esperamos que não seja num sitio demasiado pacato, porque apesar de querermos descanso, somos pessoas muito activas e precisamos de movimento á nossa volta)
Já me desfiz do meu animal de estimação, ou seja, já tirei o aparelho. Sim, foi ontem. Pensei que fosse bem pior. Claro que fiquei com a sensação que os dentes estavam soltos ou que iam cair. Comer uma maçã à dentada foi igualmente estranho, parecia que ia ficar com os dentes presos na maçã.

Ganhei de presente 1 cárie. grrr

Os dentes/gengivas hoje estão doloridos.

De resto tudo normal.


Daqui a pouco mais de 2h horas começo de férias. As minhas férias antes do casamento. Já?!

Sim. Está mesmo quase.

Quando penso na entrada na igreja fico com o nervosinho miudinho no estômago. É isto que mais me deixa nervosa, a entrada na igreja.


Por falar em entrar na igreja, o que acham da hipótese de eu entrar na igreja com os meus pais? Sim, com o meu de um lado e a minha mãe do outro. Porquê que hei-de entrar só com o meu pai se eles os dois simbolizam o mesmo para mim?

Ainda não decidi...

quarta-feira, 3 de agosto de 2011

Faltam 11 dias e ficamos sem lembranças para os nossos convidados porque o fornecedor parece não garantir que a encomenda chega aqui a tempo e horas (tretas!! Se pagassem as dividas ao fornecedore talvez eles enviassem as coisas a tempo e horas) e estamos sem animação para a festa.


Primeira questão resolvida. A mana trás de Paris. (Ao menos os nossos convidados vão ter uma coisinha vinda de Paris, mesmo que não tenham conhecimento disso)

Segunda questão, o noivo diz que tem uma surpresa para mim mas só diz ao final do dia se conseguir a dita confirmação. E eu ainda não consegui fazê-lo falar. Vou ter mesmo que esperar.

Detesto estar com a sensação que alguém que me conhece bem lê o meu blogue.

Espero que seja só sensação. Se não for, agradeço que me diga.
Afinal, quando durmo bem também ando tipo zombie.

terça-feira, 2 de agosto de 2011

Peso: 55,600 Kg (56,700)
Cintura: 66 (68)
Perimetro umbilical: 75 (78)
Anca: 90 (92)
% Gordura: 21,8 (21,5)
%Liquidos: 56,8 (57,8)
Massa Muscular: 41,7 (42,2)


Inicio: 03/05/2011
Peso: 59,800
CIntura: 72
Perimetro Umbilical: 84
Anca: 93
% Gordura: 23,7
% Liquidos: 56,4
Massa Muscula: 43,3

Nota: A perda de massa muscular deve-se ao facto de as minhas idas ao ginásio serem cada vez mais raras
Estou em modo: ZOMBIE!!

Não sei o que se passou comigo esta noite mas não dormi nadinha. Hoje estou super enjoada, cansada... até parece um ressaca.
Espero que na véspera do casamento não me aconteça nada semelhante.

Ontem o sr. meu noivo foi fazer a prova do colete, que será feito pela mesma estilista que está a fazer o meu vestido e... está LINDO, LINDO, LINDO!
Estava receosa que ele não gostasse, porque resmungou um bocado quando lhe mostrei uma pequena amostra do tecido escolhido mas afinal, quando viu o colete quase pronto até gostou.
Ufa... ainda bem.
Os vestidos das minhas meninas também estão a ficar lindos.
E é assim, falta cada vez menos. E daqui a 3 dias estou de férias.

segunda-feira, 1 de agosto de 2011

E o meu peso de hoje fui...

(rufar de tambores)



54,900Kg.


Há mais de um ano que não via um cinco e um quatro, seguidos, na minha balança.

Que espectáculo!!!


Agora já posso ir experimentar o meu vestido de noiva descansada.

E o importante agora é, manter. Amanhã há consulta com a nutricionista que vai ajudar muito.

sexta-feira, 29 de julho de 2011

O meu almoço hoje foi uma salada verde, em nada idêntica à foto, com alface, espinafres, tomate, cenoura, pepino, nozes e cogumelos.

Soube mesmo bem.

Já tinha saudades de mastigar algo além de fruta.

(ontem á noite mastiguei umas 10 avelãs e pois no meio da minha insónia não resisti a umas bolachinhas integrais, mas não conta.)
Ando em modo: Insuportável.


Se isto não muda, o A. ainda me manda dar uma volta antes do casamento.

Ando muito irritada, implico com tudo e com todos.

Parece que estou a precisar de férias de tudo e de todos, preciso de um tempo para estar só. Um tempo de introspecção.

Ando sem paciência para nada. Apetece-me desatar aos berros.


Não sei a que se deve.

Será o cansaço?!

O nervoso?!

Será da dieta e da privação de comida?!


A verdade é que nos últimos meses a minha vida mudou. Deixei de ter controlo sobre aquilo que eu sempre achei controlar.

Alterei todas as minhas rotinas. (Ou então não, estou é cansada delas)


Estou a 16 dias de casar, e aparecem-me tantas dúvidas. Por andar assim, a precisar tanto de descanso, de auto-controlo, do meu espaço, de estar só... questiono-me como será daqui para a frente.

Sim, agora que vou construir uma família.

Como será o meu espaço?!

Até agora sempre me refugiei aos fins de semana na casa dos meus pais, e isto para mim (quase sempre) era o mesmo que o "meu espaço". O encontro com o meu EU, com as minhas raízes.

Agora não me parece que ao fim de semana vá deixar o A. em casa e vá para a casa dos meus pais... Bem, não sei.


Se querem que vos diga, nem sei o que me está a causar tanta confusão. Ando assim, insuportável. Cansada.

quinta-feira, 28 de julho de 2011

Experimentei sumo de melancia e aipo e fiquei supreendida. O resultado é muito agradável, é fresco e saboro.

Hoje fui pesquisar sobre as propriedades medicinais do aipo e descobri muitas coisas que desconhecia.
A partir de agora vou incluir diáriamente na minha alimentação.

quarta-feira, 27 de julho de 2011

Ontem noite, enquanto tentava adormecer, dei comigo a pensar nos últimos meses da minha vida. Nos altos e baixos. Nos desiquilibrios. Na "obsessão" pela dieta, sem nunca as conseguir cumprir, alternando por períodos em que como tudo o que me apetece e períodos que como muito pouco... Fiquei a pensar como isto não é saudável e quais as consequências que isto pode trazer no futuro.

Hoje já voltei a pensar nisso, deve ser fruto da fome que ando a sentir desde ontem, fruto de mais uma dieta bastante restritiva...

O que me faz crer que esta deverá ser a ultima dieta deste tipo. Faço agora pelo facto de estar quase, quase a casar e querer estar bem no meu vestido de noivo. Depois, quando esta fase acabar, vou apostar na manutenção e numa alimentação cuidada e sem exageros. No combate ás compulsões (que eu nem sei se são compulsões). Tenho que encontrar um meio termo, o meu equilíbrio e deixar-me destas coisas. Quero ser saudável, tendo uma alimentação saudável sem grandes restrições, apenas cuidada. Penso que este é o caminho.

Agora, tenho que aguentar os próximos dias.
Ontem foi dia de mais uma prova do vestido de noiva.
E... A-D-O-R-E-I!!!!
Está lindo, lindo, lindo.

(Espero que o A. seja da mesma opinião)

O que eu não gostei, foi o facto de estar um pouco apertado... Sim, eu engordei. Conhecem alguma noiva que tenha engordado?! Pois... Eu engordei, pouco mas engordei.
De forma simpática perguntou: Não nota que hoje está um pouco mais inchadinha?
Eu: (ops) Noto. Eu engordo com muita facilidade, aliás o stress comigo tem o efeito contrário que na maioria das pessoas.
Posto isto, tenho que arranjar força para levar aquela dieta à risca. E não é nada fácil, desta vez está a custar-me imenso...

Não pude comprovar isto na nutricionista esta semana, ontem era dia de consulta mas não tive coragem de lá. Não a quis desapontar, por todo o apoio que me tem dado, pelo ar de satisfação com que encarou a minha última perda de peso... ontem não tive coragem de lá ir.

terça-feira, 26 de julho de 2011

O meu chefe está de férias e fez anos ontem. Eu enviei um sms a felicitar, à qual ele respondeu hoje da seguinte forma:

"Agradeço os votos e aproveito para desejar que os últimos preparativos decorram conforme o desejado.
Aproveitem cada momento.
F."

Gostei!
Afinal, ainda não foi ontem que tirei o aparelho.
Venho com mais umas coisas dentro da minha pequena boca, e então agora é que me custa mesmo a falar.

Tudo pela beleza e pelo bem-estar.

segunda-feira, 25 de julho de 2011

Hoje é dia de ir ao dentista e talvez seja o dia de tirar o aparelho.

Se alguma de vocês me perguntasse se estou ansiosa por tirar, eu diria que não. Sim, é verdade. Faz em Novembro 5 anos que o coloquei, e passados estes anos todos já não o estranho. Habituei-me. Não há nada que não coma por ter aparelho. Lavar os dentes é que tornou-se num ritual mais demorado, mas nem isso me causa qualquer problema.

Quando o coloquei passei uma semana a Nestum. O primeiro dia chorei como uma perdida. Pensei que nunca me habituaria a ter tanta coisa dentro da minha boca. Mastigar era uma coisa estranha, engolir pior ainda pois tinha a sensação que aquelas coisinhas todas que estavam (e estam) coladas ao meus dentes iriam junto com a comida.

Ao fim de pouco tempo já estava feita a este novo artefacto. E por mais estranho que pareça, acho que vai custar-me separar-me dele. Vai ser uma fase de adaptação, ter que aprender a falar e a comer.

Além disso, tornou-se quase uma defesa. Ajuda-me a esconder um complexo. Uma coisa parva, eu sei.

Passo a explicar: Nasci com a fenda do palato, fui opera ainda em bebé e o problema ficou resolvido. No entanto, a minha dicção nunca foi boa e ao longo dos meus primeiros anos de vida, nomeadamente na escola, ganhei alguns complexos. As crianças são cruéis e gozavam de mim. Isolei-me um pouco das pessoas pois tinha alguma vergonha.

Quando coloquei o aparelho, parece que este funcionou como espécie de escudo. Parece que assim o meu "problema" ficava escondido.

Agora está a chegar o momento de tirar e eu não estou com vontade nenhuma. Vou tirar porque tem que ser... óbvio.
O dia de hoje promete... uma valente dor de cabeça e umas quantas cabeçadas no pc.

E sabem porquê?

Porque ontem fui assistir ao Festival Sons do Mar e deitei-me ás 2h30 da manhã.

Valeu a pena? VALEU.

Os Classificados, Aurea e Pedro Abrunhosa, espectacular. Claro que o sr. Abrunhosa foi o melhor. Na minha opinião, claro, que sou fã desde os meus tempos de adolescência.

Ahhh... E até vamos abrir a dança com uma música dele. Uma música que até tocou ontem.

Agora é tentar manter-me acordada o dia todo, e rezar para que o dia passe rápido para eu poder atirar-me para a minha caminha o mais rápido possível e tentar recuperar o sono perdido. Sim, que este fim de semana foi daqueles que não dormi quase nada. Mas foi muito bom.

sexta-feira, 22 de julho de 2011

Para compensar aqueles fins de semana que não fazemos nada de especial, sem vida social, etc...este fim de semana vai ser muito ocupado.

Hoje: Ida ao Teatro
Amanhã: Jantar com uns amigos
Domingo: Concerto do Pedro Abrunhos (se ainda conseguirmos comprar os bilhetes)

Será bom para descontrair.
Nunca pensei que a três semanas de casar pudesse ter uma discussão tão grande com o A. Mas sim, aconteceu.
Ontem.
Raras foram as vezes que me esqueci de tomar a pílula. Quando isso aconteceu nunca me lembrei apenas 24h depois, lembrava passados umas horas e normalmente sempre a tempo de remediar o estrago.

Este mês, no espaço de 1 semana, esqueci-me 2 vezes de tomar a pílula, e só me apercebi quando fui tomar no dia seguinte e reparei que a do dia anterior ainda lá estava.


Isto não é normal, não costumo ser assim.

quinta-feira, 21 de julho de 2011

O que eu queria mesmo era:

umas férias rejuvenescedoras antes do casamento. Ir para um sitio qualquer, onde só houvesse sol, mar, muita calma e dormir 7 dias seguidos.

Depois voltava, ultimava os últimos preparativos e casava.
Os dias em que não vou ao ginásio são propícios a asneiras alimentares. Já comprovei isto diversas vezes. Quando vou ao ginásio, chego a casa janto normalmente e raramente há asneiras... Quando não vou... espalho-me. Ontem fui fazer manicure e pedicure e claro não deu para ir ao ginásio... resultado... já sabem.


Há outra coisa que não percebo, supostamente estou a seguir um plano alimentar (pouco restritivo) e que me confere todos os nutrientes que necessito... Só que seguindo este plano durante o dia, há dias que chego ao final do dia completamente de rastos, cansada e com falta de energia. Sinto uma fraqueza e sinto fome. Depois de comer, e aqui raramente a sopa é suficiente, ontem acabei por comer pão com queijo fresco (e mais tarde o gelado e o bolo), sinto-me muito melhor.

Não sei se é pelo plano alimentar se é pelo facto de andar mesmo cansada, a dormir pouco e isto reflecte-se na necessidade de obter mais energia na comida...

Chegando ao final do dia da forma que cheguei ontem, dificilmente consigo ir ao ginásio... ontem só me apetecia atirar-me para a cama e dormir.

Depois é os apagões. Ando muito, mesmo muito esquecida. Não estou a gostar nada disso, nada. Há momentos que tenho uma espécie de apagão, como se o meu cerebro ficasse à escuras e eu não conseguisse encontrar o que preciso... percebem?

Espero que depois do casamento tudo isto melhore.
Não resisti e tive que provar o novo McFlurry Magnum Brownie. E é muito bom.


(Puxem-me as orelhas, vá... A culpa foi do A. que foi jantar ao Shopping e eu apesar de já ter jantado em casa não resisti ao novo McFlurry)

Pior é que logo depois fomos ao aeroporto e a minha mãe também lá estava e trazia consigo duas fatias de bolo de chocolate ainda quentinho.

Assim não chego lá...

quarta-feira, 20 de julho de 2011










Já vos tinha dito que queria comprar um perfume novo, que nunca tenha usado, para usar no dia do casamento e depois disso... Certo?

Ontem fui escolher... Ainda testei alguns e depois acabei por escolher um deste três.

Qual?


Carolina Herrera L'eau. É novo. É fresco. É bom.

Mas também gostei muito dos CK One Summer e do 212 Vip. Não foi nada fácil escolher entre estes três.

Coloquei na minha pele os três e acho que foi o CK One Summer que ficou por mais tempo... Ou pelo menos foi aquele que sobressaiu entre os outros.

Estou tentada a ir lá comprar o CK One Summer e aproveitar os 20% de desconto.

Ops...


E vocês, qual escolheriam?
O dia de hoje promete uma grande dor de cabeça...
Deixei os meus óculos em casa. Será possível?! Esquecer-me dos meus óculos?!
E os estragos do fim de semana foram:

Peso: 56,70Kg (56,100kg)
Cintura: 68 cm (67cm)
Perímetro Umbilical: 78 cm (78cm)
Anca: 92cm (92 cm)
%Gordura: 21,5 (18,5)
%Liquidos: 57,8 (60)
Massa Muscula (kg): 42,2 (43,4)

terça-feira, 19 de julho de 2011

E amanhã chega uma das minhas sobrinhas. E isto quer dizer, que estamos mesmo nas férias grandes e que estamos cada vez mais próximo da grande data.

Daqui a duas semanas e meia chega a a minha irmã e mais 2 sobrinhos e neste dia estaremos a precisamente 1 semana do casamento.

E daqui a três semanas e meia chega o meu irmão, cunhada e os meus 2 sobrinhos mais pequenos, e isto quer dizer que é a véspera do meu casamento.
Quinta-feira vai o meu chefe de férias 2 semanas e agora só o vejo depois do casamento, quer isto dizer que quando ele voltar vou eu de férias e estarei a 1 semana do casamento.

Estamos cada vez mais próximo, e são estes pequenos factos que me fazem mesmo crer que estamos a um passo do grande dia.

Começo a ficar nervosa. Esta noite mal dormi... só pensava na referida data.

Confesso que até agora não me sentia nervosa (ansiosa sim) mas agora já começo a sentir um nervosinho. Os meus olhos já se enchem de água e as minhas pernas já tremem quando me imagino a entrar na igreja, a minha voz já prende quando leio e organizo os missais...



Enfim... está mesmo mesmo quase.


Faltam 26 dias! Só!!!
Nesta altura do ano, aquilo que mais recordo e com maior nostalgia e saudade é...
chegar ao último dia do ano escolar e apanhar o avião para Paris, ir ter com a minha irmã e passar lá 2,3 e até 4 meses.
Passear pela cidade, o rio Sena, a imponente Tour Eiffel, os parques, os jardins, apreciar pessoas desconhecidas, com estilos de vida diferentes dos meus, sonhar (muito sonhei em Paris), sentir-me tão bem naquela cidade, sentir que fazia parte dela, sentir que era a minha cidade... Não tenho palavras para descrever aquilo que estas lembranças despertam em mim. É uma saudade enorme e ao mesmo tempo o peito enche-se de satisfação
Estas minhas viagens repetiam-se todos os anos, durante vários anos. Comecei a lá ir com 13 anos e até aos meus 26 anos sempre fui lá... Depois disso, voltei lá com o A. por 10 dias, foi bom, mas não foi a mesma coisa. E nunca voltará a ser. Nunca mais poderei passar lá tantos meses seguidos e muito menos "sozinha" (sozinha, isto é sozinha com a minha irmã). Saudades tenho muitas, mas é mais que isso, algo que não dá para explicar.
Também tenho más recordações, mas é impressionante como quase não me lembro delas...

segunda-feira, 18 de julho de 2011

Provei e adorei!!

Agora tenho a de iogurte para provar mas a de chocolate é divinal.

Já não tomava chá verde há algum tempo, hoje resolvi tomar na hora do café. E fez-me mal. Voltei a sentir-me como me sentia antes (algumas vezes), o meu coração bate mais que o habitual, sinto-me estonteada e com aperto no peito.


Parece que não posso tomar chá verde.

Eu gosto mais de chá vermelho mas regra geral não existe nos cafés daí escolher chá verde. Ultimamente tomo cidreira mas não tem as mesmas propriedades e efeitos que o chá verde ou vermelho... De qualquer maneira como não me sinto bem com o verde vou ter que voltar ao chá de cidreira.

Agora é esperar que isto me passe, e rápido.
Ontem, enquanto o A. teve que ir à empresa eu devia ter ir ao supermercado. E fui. Mas resolvi ir ao supermercado do centro comercial e claro, antes de ir directamente ao super resolvi visitar algumas lojas. Entrei apenas em 2 lojas, e por lá deixei uma pipa de massa.

3 pólos para o meu futuro marido, umas sandálias e umas calças para mim.

E agora ando com a mania que toda a roupa que compro fica guardada na nossa futura casa para usar só depois do casamento.
Não posso dizer que o meu fim de semana foi bom, porque não foi.

Também não posso dizer que tenha sido mau, porque também não foi.

Passou, simplesmente.

A minha mãe voltou e eu ainda estou a tentar discernir o que vai por trás daquela aparência calma e de que está tudo bem... Porque na verdade sinto-a muito ansiosa, triste, preocupada...

E isto fez com o meu fim de semana fosse estranho, com que estivesse ansiosa a maior parte do tempo e não fiz nada do que planeava fazer. Faltou-me a vontade.


Isto não era para dizer (envergonha-me) mas á conta disso subi à balança hoje de manhã e tinha 56,100Kg, sexta-feira eram 55,300Kg. Sei que não me controlei. Descontei no pão e em algumas bolachas e docinhos que uma pessoa amiga fez e enviou pela minha mãe especialmente para mim. Amanhã é dia de nutricionista e confesso que tenho alguma vergonha, por sentir que sou fraca. Além do peso, noto mais volume abdominal. Esta semana não há desculpa, vou ao ginásio todos os dias nem que seja ás 22h.

sexta-feira, 15 de julho de 2011

Não sou grande apreciadora de café, pelo contrário gosto muito e bebo muito chá. O A. gosto de café, bebe uns quantos por dia mas não aprecia o café daquelas máquinas de ter por casa. No entanto, há uma amiga nossa que tem uma dessas máquinas de café, a da marca Pingo Doce e, por mais estranho que pareça, o A. bebe aquele café e acha-o muito bom. É o único que gosta de todas as marcas no mercado.


Pelo que sei essa máquina não é nada cara, se é boa não sei... Mas estou a pensar comprar para por lá em casa... A verdade é que a utilidade não será muita... Só quando tivermos convidados, ou quando o A. estiver para aí virado.

Mais alguém recomenda?
Eu estou cheia, mas mesmo cheia de sono. Os meus olhos fecham-se sem eu conseguir fazer nada para evitar.

Esta noite não dormi muito bem. E além disso é o cansaço acumulado, é o corpo a pedir por descanso... Mas aqui e agora não.

É que está a ser muito difícil manter-me de olhos abertos, vocês nem imaginam...
O que vinha mesmo a calhar era um fim de semana de papo para o ar, sem fazer nenhum, num sitio diferente.

Na falta disso, vou para o sitio do costume e com muita coisa em mente para fazer.
Faltam...


30 dias!!!

quinta-feira, 14 de julho de 2011

Comprei isto na hora de almoço para comer ao lanche. Não costumo lanchar a esta hora, o problema é que eu enquanto não a comi (provei) não descansei.
E é mesmo bom. Viciante. Ainda bem que só comprei uma porque poderia não resistir a comer mais.
Hoje foi a de chocolate, para a próxima tento outro sabor.
Para já a de chocolate é muito boa.
Preciso da vossa ajuda...

Após a interrupção mensal, recomei a tomar a pilula na segunda-feira, quando fui tomar a pilula de ontem reparei que me tinha esquecido de tomar a de terça-feira.
Agora não sei o que fazer em relação á pilula de terça-feira...

Alguém sabe?

quarta-feira, 13 de julho de 2011

Decepção é estar focada na prova de amanhã do vestido de noiva. Ansiosa por ver os efeitos da minha dieta no vestido de noiva e por ver como está a ficar o resultado final e... foi adiada.
Ficou para a próxima semana.

Até lá, tentar perder mais um pouco de volume.
Falando de coisas boas: A minha mãe acabou de chegar. Só a vou ver na sexta-feira, mas já chegou. Já está mais pertinho e o meu pai já não está só.

(Pode ser que hoje á noite ainda faça 100km para a ver)
Ainda da consulta de ontem com a nutricionista...

falei-lhe de uma dor que sinto de vez em quando ( e estes dias tenho sentido) do lado esquerdo, abaixo das costelas e que vai até às costas... ela disse-me que isto poderá ser vesícula.

E eu apesar de já ter pensado nisso, confesso que fiquei assustada. E se for algum problema grave?!

Bem... acho que vou ao médico de uma vez.

Acordei bem mas depois de tomar o pequeno almoço lá começou a tal dor. Não é bem dor, é um ardor. Uma sensação estranha.

Só faltava esta agora...

terça-feira, 12 de julho de 2011

Parabéns!! Foi isto que a nutricionista disse hoje. E eu fiquei super contente.

Peso: 56,100Kg (58,300)
Cintura: 67 cm (70)
Perimetro Umbilical: 78 cm (80)
Anca: 92 cm (93)
%Gordura: 18,5 (23,1)
%Liquidos: 60 (56,7)
Massa Muscular: 43,4Kg (42,6kg)


O objectivo é perder mais 1kg, chegar aos 55kg e diminuir o volume.Depois é manter.

Ficou muito contente com os meus resultados, realçou a diminiução de massa gorda. Diz que queria chegar aos 20% e afinal, surpreendemente, atingi os 18,5%. Em relação ao aumento dos liquidos, disse que é normal visto que eu perdi muita massa gorda mas que agora vamos combater isso.

E é assim, saí de lá muito contente e com um plano alimentar menos exigente.

Agora é hora de voltar ao ginásio, perder 1kg e perder volume, ou seja, tonificar.

E desta vez, NÃO POSSO DEITAR TUDO A PERDER. NÃO!!!


E quinta-feira vou experimentar o meu vestido de noiva ainda mais confiante.

segunda-feira, 11 de julho de 2011

Eu estou de casaco de malha. Está um dia de verão e eu estou gelada.
Como eu detesto ar condicionado. grrr
A nossa vida social nos últimos meses é: ZERO!!


Sábado, depois de 12h fechada na nossa futura casa em limpezas e arrumações, sozinha... chega o A. (que esteve a trabalhar) e vamos nós sair e tomar café.

Fomos a uma esplanada, à beira-mar, que frequentávamos com alguma frequências que já não íamos há meses. Sentei-me. Olhei á minha volta. Vi o mar. Respirei fundo. Senti uma sensação estranha. Nos últimos tempos a nossas vidas resumem-se a trabalho, ginásio, casa. Fins de semana em casa dos meus pais. Preparativos da casa. Preparativos da casa.

Deixamos de ter vida social. Deixamos de ter amigos. De conviver. De sair. De rir. Conviver. Etc.


Mas que vazio eu senti. Trocamos impressões os dois. E decidimos que depois do casamento, já na nova casa, vamos ter que mudar estes hábitos.
Comecei a dieta na quarta-feira com 57,600 kg, hoje tinha 55,500kg. Amanhã é dia de consulta na nutricionista.Era suposto perder 3kg e duvido que perca 1 kg até amanhã. A balança mostra mas não noto em lado nenhum.
Os primeiros 3 dias foram os mais complicados, agora já não custa. Hoje comi uma fatia de pão ao pequeno almoço, confesso que já tinha saudades. Os primeiros dias foram passados a líquidos, sopas e sumos naturais. Agora são as saladas verdes. Nunca mais comi carne nem peixe mas amanhã já posso comer peixe.
Ontem introduzi as sementes e os frutos secos, coloquei sementes de girassol e de sesamo numa salada verde com alface, endivia, courgete crua laminada e pepino. Entre as refeições comi amêndoas com pele. Foi o melhor dia. Hoje o menu é idêntico a única novidade foi o pão ao pequeno almoço.

sexta-feira, 8 de julho de 2011

Ele, em frente ao Sr. Cónego, a tratar do processo de casamento, liga-me e pergunta:

J. queres ficar com o meu nome?
Eu: Humm... não sei. Tenho que dizer isso agora?
Ele: Sim, agora.
Eu: Nunca tinha pensado nisso. (Não é bem verdade, a verdade é que eu pensei e sempre achei que não queria o nome dele, que queria guardar o nome da minha família. Na hora em que tenho que decidir, em que ele faz pergunta eu não sabia o que dizer.)
Ele: tens que decidir agora?
Eu: Não, fico com o meu.
Ele: Ok.
Desligo o telemovel. Mas continuava a pairar no ar a dúvida. Pego no telemóvel, mando sms: J.B. fica giro. Afinal quero o teu nome.

Ele liga-me: Queres ou não queres o meu nome?
Eu: Quero.
Ele: Tu é que sabes, não faz diferença nenhuma.
Eu: Fico.

E assim ficou decidido, vou passar a ter o nome dele.
Amanhã chega a nossa mobilia.
Estou ansiosa por ver o nosso ninho mais composto.

Yupi!!!
Confesso que já tenho saudades de mastigar algo além de uma pastilha elástica. Nos últimos dois dias as únicas coisas que mastiguei foram pastilhas elásticas, 1 maçã e 1 nectarina. De resto, tenho passado a sumos naturais, sopa e chás.

Este fim de semana vai fazer-me falta o pequeno almoço. O que eu adoro o pequenos almoços ao fins de semana, e este fim de semana que em principio vamos estrear a nossa casa... Que podia prepara um pequeno-almoço, romântico, a dois... Não posso comer.
Tudo por uma boa causa, ficar uma noiva elegante.
A nutricionista disse que o pior seria os 2 primeiros dias, esses já lá foram e não custou tanto como eu pensava.
Hoje ao almoço já posso mastigar, uma salada verde.

Ontem á tarde fiz um sumo de melancia com aipo, o aipo dá um aroma um pouco diferente e mais exótico. É bom mas poderá tornar-se enjoativo. Agora quero experimentar o gengibre.

Sugestões de sumos naturais de frutas e vegetais, alguém tem?

quinta-feira, 7 de julho de 2011

Vá... como vocês são umas meninas bem comportadas e pediram como deve ser eu digo.

Ontem fui fazer a segunda prova do vestido de noiva.


Desta vez já gostei mais.

Olhei-me ao espelho e claro que apareceram todas aquelas dúvidas mas senti-me um pouco mais satisfeita que da última vez, senti-me mais segura.

A próxima prova vai ser mais interessante, já vai parecer mais o meu vestido. Até agora estávamos a trabalhar apenas o interior do vestido. Vestido moldado agora começamos no exterior, os pormenores. Estou ansiosa pela próxima prova.

Até lá espero estar um bocadinho mais elegante. Tanto esforço que ando a fazer, tem que notar-se...
Falando de coisas boas, sabem onde fui ontem? Sabem?
Não sabem.
E querem saber?

Vá... têm que pedir como deve ser e eu digo.
Ela faz a m**** e depois é ela que fica amuada.

What?!

quarta-feira, 6 de julho de 2011

Uma vez que hoje já encontrei vários blogues a falar de cabelos...

depois que pintei o meu cabelo de castanho escuro/preto o meu cabelo nunca mais foi o que era. Sempre tive um cabelo fino e sedoso, sem volume. Agora o meu cabelo é seco e mais volumoso. Mas detesto sentir o meu cabelo tão seco...